OBRIGADO.

Seu cadastro foi realizado com sucesso.

    Inscrição no blog

    Cadastre-se para receber noticias e novidades sobre o Professor Walter Vicioni Gonçalves, diretamente em seu email.



Blog do Professor Walter Vicioni Gonçalves

Artigo : Por que a Holanda?

Publicado em 20 de agosto de 2015 - 17:45h

Leiam o meu novo artigo inspirado em um país que foi além de seus limites, construído ao longo dos séculos pelo seu povo.

Holanda 2É uma realidade de nossos tempos que as fronteiras entre as nações estão cada vez mais permeáveis e que a mundialização exige profissionais cada vez mais qualificados num contexto internacional, no que diz respeito a tecnologias, habilidades interpessoais e de comunicação, o que demanda profissionais capazes de transitar por diferentes realidades culturais. Pode-se constatar, como consequência, a importância crescente da internacionalização da educação no mundo contemporâneo. Nesse cenário, o SENAI-SP percebeu a necessidade de internacionalizar seus Cursos de Educação Profissional Tecnológica de Graduação, por meio da realização de intercâmbio de estudantes e de colaboradores com instituições de ensino superior de outros países, bem como de atuar em projetos internacionais de pesquisa aplicada e desenvolvimento.

Nesse sentido, no último dia 14/08, o SENAI-SP assinou um Memorando de Intenções com o Ministério da Educação, Cultura e Ciência dos Países Baixos, e ainda, Protocolo de Intenções com a Universidade de Ciências Aplicadas de Haia e com a STC-Group, instituições igualmente holandesas. Por que a Holanda? Várias razões.

Segundo estudo da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), publicado em maio último, entre 76 países, a Holanda ocupa a 9ª posição no ranking de melhores escolas do mundo, fato por si suficiente para havermos escolhido a Holanda como parceiro inicial nessa nova etapa. Mas há outros. A reconhecida expertise holandesa no Ensino Superior – em que as instituições oferecem mais de 1.700 cursos e programas internacionais ministrados totalmente em inglês, cobrindo uma extensa variedade de áreas, com forte orientação prática; o reconhecimento internacional dos Países Baixos pela aplicação da metodologia Problem-Based Learning, que permite que os estudantes sejam capacitados para analisar e resolver problemas por si mesmos, por meio da ênfase ao estudo individual e à autodisciplina.

O Ministério da Educação, Cultura e Ciência daquele país trabalha em prol de um país mais qualificado e criativo e, na área da educação, objetiva assegurar que todos tenham acesso a educação de qualidade para se tornarem cidadãos independentes e responsáveis, e empenha-se em dar condições para que professores e cientistas possam desempenhar o seu trabalho com excelência.

Há ainda outras razões, de natureza diversa, porém igualmente relevantes, pelas quais se escolheu o país que lutou e continua lutando com suas águas.
A Holanda sempre ocupou um lugar importante no imaginário dos brasileiros. Começo por mim. Qual garoto não sonhou alguma vez em segurar a força das águas, tampando um dique com seu frágil dedinho, como fez o garotinho Hans? Quantos não sonharam com os plácidos campos floridos de tulipas ou com moinhos de vento gigantes? Com os saborosos queijos do país? Andar de bicicleta ao longo dos canais de Amsterdam ou ainda, jogar futebol no Ajax?

Quando pensamos no legado da Holanda para a humanidade, talvez a primeira coisa que nos venha à mente sejam os pintores, grandes mestres, como Rubens, Rembrandt e Vermeer e o grande gênio, Van Gogh. O charme cultural da Holanda, sensível da filosofia à arte, sempre teve um grande fascínio para todos nós.

A Holanda é um país tradicional, porém sempre à vanguarda de seu tempo. Para mim, contudo, a grande marca da Holanda é a sua capacidade de ir além de seus limites e de ter se construído ao longo dos séculos. Descobri um velho provérbio que diz que Deus criou o mundo, mas a Holanda foi criada por seu povo. Que precisou fazer um esforço supremo para ampliar seus horizontes e conquistar uma terra que não possuía. Um esforço pioneiro urbanístico, de arquitetura e de engenharia para conquistar o território sob o mar.

Por essa mesma razão, lançou-se aos mares no século de ouro, quando seu comércio com outras nações floresceu mundialmente. Conquistou assim, uma expertise estratégica, marítima e portuária, sem comparação. As lendas francesas falam de castelos; as holandesas, de navios.

Poderia ainda falar da Corte Internacional de Justiça de Haia, criada em 1945 como o órgão judiciário das Nações Unidas; da engenhosidade dos canais de Amsterdam e de ilhas criadas artificialmente; lembrar que Nova York, o grande símbolo do capitalismo moderno foi fundada por holandeses e se chamava inicialmente, Nova Amsterdã. Precisaria de muito mais tempo.

A história entre Holanda e Brasil teve início em 1624, quando holandeses se estabeleceram no nordeste do país, lá permanecendo por 30 anos, até 1654. Maurício de Nassau foi figura de destaque naquele período e é reconhecido pelo legado valioso que deixou no Estado de Pernambuco. Tivesse o desfecho da História sido diferente, falaríamos todos a mesma língua.

Penso que é muito significativa nossa decisão de, séculos depois, por nossa escolha, celebrarmos a intenção mútua de trabalharmos na construção de um mundo melhor para os jovens de ambos os países. Há muito para aprendermos uns com os outros, certamente. E nós do SENAI-SP sentimo-nos honrados de que os Países Baixos sejam nossos parceiros nesta construção.

Assim, por todas as razões assinaladas e também, considerando o enorme potencial de colaboração, notadamente nos setores da indústria e da Educação Profissional Tecnológica de Graduação, além das questões ambientais e de sustentabilidade, meu desejo é que desta vez, nossa história em comum possa durar bem mais de 30 anos.

Walter Vicioni Gonçalves
Superintendente do SESI-SP e Diretor Regional do SENAI-SP

Sobre

Walter Vicioni é diretor regional do SENAI-SP, superintendente do SESI-SP e diretor da Faculdade SESI-SP de Educação. É membro reeleito do Conselho Curador da Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho, mantenedora da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Foi eleito, em 2018, para ocupar a Cadeira nº 36 da Academia Paulista de Educação.


Saiba mais sobre
Walter Vicioni Gonçalves

Redes Sociais

Deixe o seu comentário!

  1. Roger Vasques franco disse:

    Parabéns Prof Walter, estudioso e conhecedor da história da educação.

  2. Palavras bem colocadas, em um momento oportuno, considerando o desenpenho dos nossos alunos na maior competição de educação profissional do mundo.

  3. Eduardo Bonatti disse:

    Lindo texto. A Holanda nos dá o exemplo de grandes conquistas através de muito trabalho com foco no crucialmente importante. Se queremos ser o melhor, precisamos juntar forças com os melhores!

  4. João Eduardo Remaeh disse:

    Mais um excelente texto, parabéns novamente, me sinto honrado em poder aprender mais e mais. Obrigado.

  5. Valcenir A. Beltrami disse:

    Parabéns Professor pela preocupação com os jovens e pela parceria com esse País que gosto muito.

  6. Um brinde a essa iniciativa beneficiando jovens de ambos os países. Parabéns a essa parceria.

  7. André Batista Megda disse:

    Parabéns Prof. Walter, ótimo artigo! Realmente a Holanda é um exemplo a ser seguido.
    É com iniciativas dessa grandeza, que o SENAI-SP ratifica sua excelência na educação profissional.
    Vida longo ao projeto de parceria SENAI-SP/Holanda.

  8. Belíssimo artigo. Como sempre, texto primoroso. Igualmente perfeita é a parceria entre Senai e Holanda. Parabéns, Professor Walter.

  9. Fabrício de Souza Medeiros disse:

    Excelente artigo do professor Vicioni e parabéns pela iniciativa, acredito que essa parceria entre os dois países em prol da educação profissional tem tudo para dar certo, colocando o SENAI-SP em um outro patamar.

  10. Rosvaldo Catino disse:

    Parabéns prof. Walter! Conheci a Holanda e, lendo vosso texto, pude ver uma pintura perfeita na minha mente, recordando deste maravilho país!

  11. Lilaéia dos Santos Ferreira disse:

    Parabéns Professor Walter, com pessoas como o Senhor quem sabe um dia realizaremos este sonho.

  12. Joaquim Antonio Ferreira da Rocha disse:

    Será uma oportunidade única, para os alunos, que tiverem contato com uma cultura tão farta como a Holandesa!

  13. GISELLE GOTSFRITZ SOARES disse:

    Gostei muito do artigo, principalmente no que diz respeito a capacidade de resolver problemas que o holandês possui. Eu, como coordenadora pedagógica do CE 421, assisti à uma reportagem onde estudantes holandeses criaram uma lâmpada que ajuda os autistas. Esta lâmpada simples, mas inovadora, pode mudar significativamente a qualidade de vida das pessoas que sofrem desse transtorno. Através da mudança de cor, o autista pode lembrar melhor das suas tarefas diárias, o que, normalmente, é um desafio para esses pacientes. Várias empresas já demonstraram interesse no produto.Quem sabe, logo chega aqui no Brasil.

  14. Maria Etelvina disse:

    Maravilhoso poder viajar por outro lugar através das palavras tão significativamente usadas na composição do texto, nos conduzindo na expansão do conhecimento e fortalecendo o trabalho da educação.
    Parabéns Prof. Walter !!!

  15. Prof. Abner Silva Xavier disse:

    Fiquei muito feliz da parceria, a tempos venho acompanhando a Holanda na questão educacional e com certeza é um país com muitas assertivas nesse campo, foi uma escolha feliz, que com certeza gerará muito Sucesso! Parabéns Prof. Walter Vicioni

  16. José Luiz Messias disse:

    Prezado prof. Walter Vicioni, os jovens de nossa terra que “desfrutarem” deste acordo ganharão, e muito, em conhecimento, criatividade e no conhecimento de uma nova cultura.

    Eu concordo com um dos últimos parágrafos do senhor. Se o desfecho da presença de Maurício de Nassau fosse outro…

    Parabéns ao senhor e a todos envolvidos para a geração deste acordo.
    Muito obrigado,

  17. Paulo Fratta disse:

    Parabéns, Professor Walter Vicione.

    Estou muito orgulhoso do SENAI, uma instituição sólida e que não enxerga fronteiras para o desenvolvimento da educação profissional de qualidade no contexto mundial.

  18. Edgard Gonçalves Cardoso disse:

    Muito bom. Torcendo para que esta semente plantada hoje, produza uma árvore muito saudável e com belos e adoráveis frutos. :)

  19. André Luís Martins da Silva disse:

    Excelente artigo Prof. Walter, melhor ainda é a iniciativa do SENAI-SP sob a seu comando.

  20. José Gonzaga Fonseca disse:

    Parabéns Professor Walter, não só pelo texto mas, principalmente pelos acordos assinados. Tenho certeza que a Holanda foi uma excelente escolha e feliz será quem tiver a oportunidade de participar do intercâmbio.

  21. Kayo César Bento disse:

    Excelente texto! Parabéns pela iniciativa e oportunidade que conferirá aos estudantes do SENAI/SP, que além da aprendizagem de ponta, agora, poderão também agregar em seu currículo mais este magnífico diferencial de um intercâmbio.

  22. André Pinheiro disse:

    Parabéns !!!!

  23. Getulio Rocha Júnior disse:

    Prezado Prof. Walter,
    Tive a oportunidade de conhecer algumas instituições de ensino da Europa entre elas o STC na Holanda. Ao ler o vosso artigo passa um filme pela cabeça, pois a estruturação do projeto da escola de Santos foi baseado nas estruturas educacionais das escolas do STC na Holanda.
    Sem dúvida é um povo diferenciado que tem em seu DNA a educação como mola propulsora para o desenvolvimento. Tenho certeza que aprenderemos e trocaremos muitas experiências através das parcerias que iremos estabelecer…
    Parabéns pela iniciativa pela aula de história!
    Cordialmente,
    Getulio

  24. Paulo Sérgio Cardoso disse:

    Prof. Walter,

    Em uma de suas visitas à Franca, tive a oportunidade de cumprimenta-lo pelos seus artigos escrito em seu ¨blog¨, sou seu fã de carteirinha, é um momento muito importante para o Brasil, para o SENAI e para todos nós este acordo, suas palavras sábias e aula de história que tive com seu artigo, só me resta agradecer e cumprimenta-lo pela iniciativa,

    Um forte abraço,

    Paulo

  25. Magda Cunha disse:

    Parabéns!
    Bela escolha,Prof. Walter, Holanda é um país admirável!
    Faremos excelente parceria e nossa educação irá enriquecer ainda mais.
    SESI no topo da educação é meu ideal.
    Abraço!
    Magda Cunha

  26. Valdir Felisberto de Souza disse:

    Parabéns pelo artigo.
    O intercâmbio entre culturas diferentes só nos fazem crescer, o “aprendizado” precisa de novos olhares e reflexões para que a evolução aconteça.
    obrigado por proporcionar esta reflexão
    Valdir

  27. Clayton Rafael Ribeiro disse:

    Prezado Prof. Walter
    É um estímulo e orgulho para nós funcionários ver nossa instituição, apesar de ser uma referencia internacional em ensino técnico, se colocar em posição de aprendizado e busca de novas referências. Com base no seu artigo, ratifico a consciência de que “o time que está ganhando se atualiza sim”.
    Excelente iniciativa.
    Atenciosamente
    Clayton Rafael

  28. ELIO LUIZ DE SOUZA disse:

    É Verdade! Eu acredito desta vez vai dar certo! Prometido. Elio

  29. SILVIA THOMAZI SCOMPARIN disse:

    Prof. Walter

    Parabéns mais uma vez pela iniciativa. Suas ações sempre nos dão muito orgulho de tê-lo como gestor.
    O texto é uma maravilhosa aula de história!
    Silvia Thomazi Scomparin

  30. Airton Coltro Botas disse:

    Parabéns prof. Walter.
    Por excelente artigo e trabalho nessa instituição.
    Espero que a cada dia algum membro dessa escola inspire em ti para o trabalho. Competência e principalmente amor no que faz. Lembramos da história do móvel montado por seu pai.
    Airton

  31. Flávio Máximo disse:

    Parabéns prof. Walter, a direção do SENAI/SP continua na vanguarda para suprir as necessidades da formação de mão-de-obra em nosso país. Antes eram regionais, agora são mundiais!!!

  32. Flávio Máximo disse:

    Prof. Walter, a direção do SENAI/SP continua de vanguarda em relação às necessidades da formação da mão-de-obra em nosso país. Antes eram regionais, agora são mundiais!!!
    Parabéns!!!

  33. Silvana Regina Maretti disse:

    Só tenho a concordar e confirmar, a importância de sua colocação: – Há muito para aprendermos uns com os outros. Grande abraço

  34. Maria Aparecida Pires Rodrigues disse:

    Holanda um país maravilhoso magestosa visão futurista de engenharia avançada,com certeza esse memorando será muito importante para todos parabens professor.

  35. Aníbal José dos Santos Peça disse:

    Ganha a Holanda, ganha o Brasil. Ganhamos todos nessa parceria em construir um mundo melhor.

  36. Andréa Possatto Previatto Silva disse:

    Ler seus artigos é tomar contato com a cultura.
    É o SESI e SENAI-SP para além dos seus muros.
    Com certeza, progresso e investimento em Educação!

  37. Nádia Maria Ribeiro Ferreira disse:

    Parabéns professor Walter Vicioni, iniciativas como essa só poderia vir de você!

  38. JOAQUIM APARECIDO DE MOURA disse:

    Parabéns pela iniciativa, e que toda a comunidade SENAI se beneficie por esta parceria no setor educacional, é o meu desejo.

  39. Corne Hulst disse:

    STC tem uma experiência ampla e extensiva em treinamento e educação no setor portuário e logístico. Eles são orgulhosos de ser capaz de distrubier esse conhecimento com o SENAI-SP e trazer conhecimentos específicos de volta para casa também. Para Bems o todos !

  40. Mario Henrique Luchiari disse:

    Parabéns Prof. Walter pela iniciativa e alinhamento desta oportunidade. Muito bem colocado, a Holanda é um grande exemplo de criatividade e beleza desde quando éramos pequenos. Agora é uma possibilidade de crescimento educacional para nossa instituição. Os dois países ganharão.

  41. Ana Paula Antonangelo disse:

    Prof. Walter quão prazeroso é poder ler seu texto, tão claro, com muito conhecimento e de fácil entendimento! Que essa parceria com a Holanda seja sim duradoura e que traga muitos mais benefícios aos nossos jovens estudantes! Obrigada pelo esforço em estar fazendo sempre O melhor!! Abraços fraternos!

  42. José Carlos Figueiredo Rocha disse:

    Parabéns Prof. Walter, A história entre Holanda e Brasil é marcante, pois ainda temos em nosso pais traços dos holandeses, deixaram um legado realmente valioso e essa decisão foi muito importante para nosso aprendizado, aprender sempre Professor.

    Forte abraço Prof. Figueiredo

  43. José Carlos Figueiredo Rocha disse:

    Holanda pais do qual ainda temos fortes traços e podemos. Tenho certeza que essa parceria fortalecerá nosso aprendizado.
    Parabéns Prof. Walter.
    Abraços,
    Prof.Figueiredo

  44. Kenya S. Bueno e Silva disse:

    Seu artigo retoma a importância de firmarmos parcerias em prol da Educação de qualidade, pois a troca proporciona ampliação de conhecimentos e consequentemente mudanças de paradigmas.

  45. Daniel Breda disse:

    Professor Walter, é um orgulho participar deste momento!

    Forte abraço!

  46. Rafael Andrade Costa disse:

    Parabéns pelo artigo, adorei o provérbio “Deus criou o mundo mas a Holanda foi feita pelo seu povo”, é talvez a responsabilidade e coragem de fazer o que deve ser feito por todos e não apenas culpar eternamente o governo, mídia, políticos e até nossos colonizadores que certamente todos possuem alguma parcela de culpa em nossos problemas, porém não são responsáveis por séculos de ineficiência geral, certamente o Brasil estaria muito melhor caso todos os brasileiros deixassem de lado a terceirização das culpas e iniciassem uma reflexão parecida com este provérbio, nos tornando responsáveis também por nossos fracassos e tormentos.

  47. Ana Paula disse:

    Prof. Walter, o texto foi muito bem colocado. O sr.está sempre preocupado com a educação do nosso país e isso é muito importante. Parabéns.

  48. Ana Paula disse:

    Prof. Walter, continue com sua luta pela educação, investindo na educação dos jovens para um futuro melhor

  49. Deusdedit Ferreira de Araujo disse:

    Muito bom o artigo e a parceria espetacular espero que seja estendida a rede sesi de ensino, pois todos teríamos muito que aprender e ensinar com a Holanda.

49 Comentários para "Artigo : Por que a Holanda?"