OBRIGADO.

Seu cadastro foi realizado com sucesso.

    Inscrição no blog

    Cadastre-se para receber noticias e novidades sobre o Professor Walter Vicioni Gonçalves, diretamente em seu email.



Blog do Professor Walter Vicioni Gonçalves

Mensagem de Natal 2014

Publicado em 9 de dezembro de 2014 - 10:05h

É tão bonito quando a gente pisa firme

Nessas linhas que estão nas palmas de nossas mãos

É tão bonito quando a gente vai à vida

Nos caminhos onde bate bem mais forte o coração.

 Gonzaguinha

Natal

 Caros companheiros,

Os cientistas dizem que somos feitos de átomos, mas um passarinho me contou que somos feitos de histórias, escreveu Eduardo Galeano. Em 2014, segui pisando firme por caminhos ditados pelo meu coração, o que resultou em preciosas lições e novas histórias no meu caderno de anotações. 

Dos 365 dias do ano que ora termina, quatro meses foram uma intensa imersão no processo cívico e democrático eleitoral. Eu sempre acalentei o sonho de, um dia, recolocar a educação no seu devido lugar. De construir uma escola pelo menos parecida com aquela que eu conhecia nos meus tempos de estudante. Não foi por aquele caminho, mas há outros, mais conhecidos, por onde posso continuar minha busca.

Em seu poema A arte de perder, a americana Elisabeth Bishop declara que perder não é nada sérioque a arte de perder não é nenhum mistério, e recomenda que percamos um pouquinho, a cada dia. Mas confesso que, desse processo, eu saí vencedor.

Além de toda a experiência obtida, conheci gente valorosa, aprendi muito, com conhecidos e desconhecidos, ao longo dos 45 mil quilômetros percorridos por esse estado afora. Tenho hoje uma visão mais apurada da realidade e a certeza de que há muito a ser feito e, sobretudo, de que ninguém muda nada sozinho.

E é tão bonito quando a gente sente que nunca está sozinho por mais que pense estar. Nunca uma canção do Gonzaguinha fizera tanto sentido para mim. Além disso, o Movimento dos Educadores pela Educação sai vivo desta etapa inicial, com antigos e novos aliados para o longo caminho a ser percorrido nos anos que virão. Com giz colorido, eu escrevo 54.134 vezes obrigado!

Pequeninos pedaços desse meu sonho vêm se concretizando, não apenas nas centenas de ações diárias levadas a cabo nas escolas do SESI e do SENAI durante o ano letivo, mas também naquelas que exigem esforços e virtudes como diligência e perseverança. E isso me deixa otimista, e por que não dizer esperançoso também. Tomo a liberdade de citar duas ações desta natureza. Quem poderia imaginar que, num feliz acaso, resultado de delicadas negociações e de árduo trabalho, Miguel de Cervantes e Leonardo da Vinci se encontrariam um dia bem aqui, no Centro Cultural FIESP – Ruth Cardoso? Não em pessoa, hélas, mas por meio de suas ideias geniais e de suas criações grandiosas. Centenas de pessoas se emocionam diariamente com aquilo que escolas competentes devem proporcionar a seus alunos: arte e ciência, que representam, em sua essência, a unificação dos saberes, do ser e do fazer, e que deveriam, a rigor, caminhar juntas. Em nossas escolas, isso é uma prática constante.

Desde a estreia, O Homem de la Mancha encanta os espectadores com as aventuras do fidalgo e cavaleiro Dom Quixote, acompanhado de seu escudeiro Sancho Pança e de sua amada Dulcinéia nos combates em busca de um ideal sublime e de seu sonho impossível. O público ri, chora, aplaude, vai às lágrimas e volta para casa em estado de êxtase, feliz por ter vivido, pelo menos por duas horas, toda a intensidade da história contada por Miguel de Cervantes, publicada em 1605, quando o criador do romance moderno tinha lá seus 58 anos. O mundo precisa de graça, diz o Cavaleiro Errante a Dulcinéia. De bons exemplos e de beleza, acrescento eu. Aliás, não é esta uma das finalidades da arte? Ensinar e causar prazer por meio da contemplação do belo?

Bem ao lado, na Galeria de Arte, a exposição Leonardo da Vinci: a Natureza da Invenção reúne um conjunto fascinante de projetos, desenhos e maquetes produzidos em 1952, para a comemoração dos 500 anos do artista, engenheiro, matemático, visionário, enfim, do grande gênio que foi Leonardo da Vinci (1452-1519). Da Vinci dedicou sua vida à busca da verdade e do belo, incansável e apaixonadamente, deixando ao mundo um legado imensurável.

Viveu seus últimos anos na França, doente e com problemas na mão esquerda: Mestre Leonardo já não pinta mais. “Reconhecendo que não podia gozar de honra maior”, morre nos braços do Rei Francisco I, lamentando tantas obras e projetos inacabados. Para o Renascimento, a arte, a ciência e o mundo, seu legado é extraordinário e comovente, pelo significado e pela beleza, sempre juntos. A genialidade de Leonardo da Vinci é atemporal e seu espírito permanece vivo entre nós, em plena Avenida Paulista, numa aula magna inesquecível sobre arte e ciência, sobre paixão pela vida! E que vida!

Caros amigos, astros e economistas anunciam importantes desafios para 2015; contudo, assim como contar histórias, ter esperanças também é da natureza humana. Quando um novo ano anuncia sua chegada, parece que tudo fica novo de novo, e a alegria e a coragem nos fazem seguir adiante, como ensina João Cabral de Melo Neto.

Belo porque tem do novo a surpresa e a alegria. Belo como a coisa nova na prateleira até então vazia. Como qualquer coisa nova inaugurando o seu dia. Ou como o caderno novo quando a gente o principia.

É com muita certeza, por tudo o que aprendi este ano, que juntos podemos encarar quaisquer desafios. Que podemos trilhar os caminhos do coração. Que escreveremos histórias incríveis nesse caderno em branco. Que podemos criar o mundo que imaginamos e com o qual sonhamos. Que podemos alcançar a estrela mais distante. E que, cavaleiros ou não, podemos sim, sonhar com o impossível.

A todos vocês, companheiros desta jornada, meus cordiais agradecimentos por mais um ano e meus votos de Boas Festas, de Feliz Natal e de Próspero Ano Novo, repleto de sonhos e de realizações!

Com meu abraço mais fraterno,

Walter Vicioni Gonçalves – Dezembro 2014

Sobre

Walter Vicioni é diretor regional do SENAI-SP, superintendente do SESI-SP e membro do Conselho Curador da Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho, mantenedora da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.


Saiba mais sobre
Walter Vicioni Gonçalves

Redes Sociais

Deixe o seu comentário!

  1. Edna R.C de Souza disse:

    Que neste Natal a alegria da amizade, invada seu coração e o torne mais feliz. Que as estrelas da esperança te abrace de tal forma, que você venha a se alegrar a cada lembrança. Que os presentes de amor, sejam lembrados por todos os dias do próximo ano prestes a nascer. Que neste Natal, fique na memória a expectativa de uma vida melhor e a realização de dias gloriosos. Neste Natal quero e preciso te dizer que você merece presentes divinos, e riquezas que abençoam seu coração. Feliz Natal e Próspero Ano Novo!

  2. Maria Cecilia Costal Gomes da Silva disse:

    Parabéns Prof Walter Vicioni ! Como sempre , trazendo otimismo e esperancas para que este Novo Ano ou melhor ; com tuas palavras (atitudes) Novo Ciclo , possamos iluminar juntos contigo os 365 dias vindouros e VIVA o Mundo Melhor na Educacão , contigo chegaremos lá ! Você sempre foi e será um Vencedor !

  3. NÁDIA MARIA disse:

    QUE DEUS TODO PODEROSO CONTINUE SENDO O CENTRO EM NOSSAS VIDAS, PARA QUE TENHAMOS UM ANO NOVO REALMENTE NOVO E CHEIO DE REALIZAÇÕES!!! ABRAÇOS NÁDIA MARIA

  4. Antonio C. L. Machado disse:

    Prof. Walter

    Grato pela mensagem e desejo ao senhor um Feliz Natal e um próspero Ano Novo.

4 Comentários para "Mensagem de Natal 2014"