OBRIGADO.

Seu cadastro foi realizado com sucesso.

    Inscrição no blog

    Cadastre-se para receber noticias e novidades sobre o Professor Walter Vicioni Gonçalves, diretamente em seu email.



OBRIGADO.

Seu cadastro foi realizado com sucesso.

    Inscrição no blog

    Cadastre-se para receber noticias e novidades sobre o Professor Walter Vicioni Gonçalves, diretamente em seu email.



Blog do Professor Walter Vicioni Gonçalves

A inclusão que queremos

Foi publicado mais um artigo meu na Revista Abigraf – Edição 264 – Março/Abril 2013. Confira abaixo o texto na íntegra

abigrafmaioÉ tempo de agitar as bandeiras da inclusão. Políticas governamentais criam cotas étnico-raciais no Ensino Superior, cotas para ingresso no mercado de trabalho de pessoas com deficiência, cotas para matrícula de egressos de escolas públicas nas faculdades. É o resgate daqueles que foram esquecidos, marginalizados, excluídos.

Sem dúvida, temos que garantir a igualdade de oportunidade para todos os cidadãos. Mas será que as medidas implementadas são as melhores? A cota trará o resultado esperado? Numa análise fria de dados, as cotas podem ser consideradas eficazes. Estão sendo integradas pessoas com deficiência no mercado de trabalho, negros e pobres em faculdades. Há tanto tempo essas populações foram marginalizadas que tais resultados são vistos como grandes conquistas. Mas integração é apenas uma etapa que antecede a inclusão. Há uma diferença fundamental entre esses dois conceitos.

Um exemplo claro da diferença surge na discussão sobre o ingresso de surdos nas escolas, junto a crianças que não apresentam tal deficiência. O surdo precisa adaptar-se à estrutura existente, esforçar-se para se relacionar com os demais colegas, docentes e funcionários da escola. O fato de o surdo estar presente na sala de aula pode ser considerado um processo de integração do aluno com deficiência. Mas deixá-lo na sala, “vendo” o que o professor fala, sem poder efetivamente comunicar-se e interagir com todos os demais na escola, não leva à sua inclusão. Só começa o processo de inclusão quando a escola se adapta para receber a criança com deficiência, levando em consideração suas características e necessidades, e a criança corresponde, passando efetivamente a fazer parte de um grupo e a participar do processo de aprendizagem. Leia Mais…

8
mai 2013
CATEGORIA
COMENTÁRIOS 19
COMPARTILHAR
Foi publicado mais um artigo meu na Revista Abigraf – Edição 264 – Março/Abril 2013. Confira abaixo o texto na íntegraÉ tempo de agitar as bandeiras da inclusão. Políticas governamentais criam cotas étnico-raciais no Ensino Superior, cotas para ingresso no mercado de trabalho de pessoas com deficiência, cotas para matrícula de egressos de escolas públicas nas faculdades. É o resgate daqueles que foram esquecidos, marginalizados, excluídos.Sem dúvida, temos que garantir a igualdade de oportunidade para todos os cidadãos. Mas será que as medidas implementadas são as melhores? A cota trará o resultado esperado? Numa análise fria de dados, as cotas podem ser consideradas eficazes. Estão sendo integradas pessoas com deficiência no mercado de trabalho, negros e pobres em faculdades. Há tanto tempo essas populações foram marginalizadas que tais resultados são vistos como grandes conquistas. Mas integração é apenas uma etapa que antecede a inclusão. Há uma diferença fundamental entre esses dois conceitos.Um exemplo claro da diferença surge na discussão sobre o ingresso de surdos nas escolas, junto a crianças que não apresentam tal deficiência. O surdo precisa adaptar-se à estrutura existente, esforçar-se para se relacionar com os demais colegas, docentes e funcionários da escola. O fato de o surdo estar presente na sala de aula pode ser considerado um processo de integração do aluno com deficiência. Mas deixá-lo na sala, “vendo” o que o professor fala, sem poder efetivamente comunicar-se e interagir com todos os demais na escola, não leva à sua inclusão. Só começa o processo de inclusão quando a escola se adapta para receber a criança com deficiência, levando em consideração suas características e necessidades, e a criança corresponde, passando efetivamente a fazer parte de um grupo e a participar do processo de aprendizagem. (mais…)

Pirassununga tem nova escola do SESI-SP

SESI-SP - PIRASSUNUNGA

Mais uma escola do SESI-SP nasceu. A inauguração da nova unidade educacional na cidade de Pirassununga – realizada na sexta-feira (03/05) – avigora o trabalho do SESI-SP para uma educação de base norteada pela excelência no ensino focado na aprendizagem. Leia Mais…

8
mai 2013
COMENTÁRIOS 0
COMPARTILHAR
Mais uma escola do SESI-SP nasceu. A inauguração da nova unidade educacional na cidade de Pirassununga – realizada na sexta-feira (03/05) – avigora o trabalho do SESI-SP para uma educação de base norteada pela excelência no ensino focado na aprendizagem. (mais…)

InteligênciaPontoCom está de volta

Grande sucesso nas edições anteriores, o InteligênciaPontoCom volta à programação do SESI-SP com bate-papos mensais entre o público e nomes expressivos da literatura, artes visuais, cinema, filosofia, sociologia, esporte, teatro e música. Os encontros de 2013 começam com o autor Paulo Rogério Lopes – que fez a adaptação do espetáculo “Crônicas de Cavaleiros e Dragões – O Tesouro dos Nibelungos” – e a diretora Beth Lopes. Eles irão discutir adaptações de obras literárias para palcos teatrais.

Será no dia 28 de maio, às 20h30, com entrada gratuita. As discussões também poderão ser conferidas on line, ao vivo, pelo link:

InteligênciaPontoCom – transmissão ao vivo

InteligenciaPontoCommaio

7
mai 2013
CATEGORIA
COMENTÁRIOS 0
COMPARTILHAR
Grande sucesso nas edições anteriores, o InteligênciaPontoCom volta à programação do SESI-SP com bate-papos mensais entre o público e nomes expressivos da literatura, artes visuais, cinema, filosofia, sociologia, esporte, teatro e música. Os encontros de 2013 começam com o autor Paulo Rogério Lopes – que fez a adaptação do espetáculo “Crônicas de Cavaleiros e Dragões – O Tesouro dos Nibelungos” – e a diretora Beth Lopes. Eles irão discutir adaptações de obras literárias para palcos teatrais.Será no dia 28 de maio, às 20h30, com entrada gratuita. As discussões também poderão ser conferidas on line, ao vivo, pelo link:InteligênciaPontoCom – transmissão ao vivo

Bragança Paulista ganha nova escola do Sesi-SP e, até o final do ano, terá também uma unidade do Senai

imagens da nova escola SESI-SP de Bragança Paulista

Na sexta-feira (26/04), Bragança Paulista comemorou duas vezes as ações da indústria paulista em prol da Educação. A inauguração oficial da unidade educacional do SESI veio acompanhada do anúncio de que a obra da escola do Senai-SP na cidade estará pronta ao final deste ano. Assim, os alunos do SESI poderão cursar o ensino articulado com educação profissionalizante. Leia Mais…

30
abr 2013
COMENTÁRIOS 0
COMPARTILHAR
Na sexta-feira (26/04), Bragança Paulista comemorou duas vezes as ações da indústria paulista em prol da Educação. A inauguração oficial da unidade educacional do SESI veio acompanhada do anúncio de que a obra da escola do Senai-SP na cidade estará pronta ao final deste ano. Assim, os alunos do SESI poderão cursar o ensino articulado com educação profissionalizante. (mais…)

Fique Ligado SESI-SENAI SP – Edição 15

Saiu a nova edição do jornal mural do SESI-SENAI de São Paulo. Acompanhe:

24
abr 2013
COMENTÁRIOS 0
COMPARTILHAR
Saiu a nova edição do jornal mural do SESI-SENAI de São Paulo. Acompanhe:

Fique Ligado SESI-SENAI SP – Edição 14

Acompanhe as principais notícias publicadas no
Jornal Mural do SESI-SENAI de São Paulo – Edição 14 – 1ª quinzena de abril:

 

23
abr 2013
COMENTÁRIOS 0
COMPARTILHAR
Acompanhe as principais notícias publicadas noJornal Mural do SESI-SENAI de São Paulo – Edição 14 – 1ª quinzena de abril: 

Ourinhos ganha nova escola de formação profissional

ESCOLA OURINHOS - SENAI-SP

Na sexta-feira, dia 19/04, a indústria paulista comemorou com uma bela festa a inauguração do novo Centro de Treinamento Tecnológico do SENAI-SP em Ourinhos. Leia Mais…

22
abr 2013
COMENTÁRIOS 0
COMPARTILHAR
Na sexta-feira, dia 19/04, a indústria paulista comemorou com uma bela festa a inauguração do novo Centro de Treinamento Tecnológico do SENAI-SP em Ourinhos. (mais…)

Nova escola do SESI-SP em Americana homenageia Mendel Steinbruch

Am 1

A Escola SESI de Americana foi a sétima unidade escolar inaugurada pela indústria paulista no interior do Estado de São Paulo neste ano de 2013. A solenidade, realizada na sexta-feira (12/04), oficializou a homenagem (in memoriam) a um dos maiores empresários do ramo têxtil desse país, Mendel Steinbruch, agora patrono da escola. Leia Mais…

22
abr 2013
COMENTÁRIOS 0
COMPARTILHAR
A Escola SESI de Americana foi a sétima unidade escolar inaugurada pela indústria paulista no interior do Estado de São Paulo neste ano de 2013. A solenidade, realizada na sexta-feira (12/04), oficializou a homenagem (in memoriam) a um dos maiores empresários do ramo têxtil desse país, Mendel Steinbruch, agora patrono da escola. (mais…)

Os 100 anos do Instituto de Educação de Casa Branca

casa branca 4

A noite de 06 de abril de 2013 teve um brilho especial no município de Casa Branca. A antiga Escola Normal – hoje denominada E. E. “Dr. Francisco Thomaz de Carvalho” – comemorou o seu Centenário, com uma grande festa e muitos convidados. A data oficial de sua fundação é 07 de abril. Leia Mais…

22
abr 2013
COMENTÁRIOS 1
COMPARTILHAR
A noite de 06 de abril de 2013 teve um brilho especial no município de Casa Branca. A antiga Escola Normal – hoje denominada E. E. “Dr. Francisco Thomaz de Carvalho” – comemorou o seu Centenário, com uma grande festa e muitos convidados. A data oficial de sua fundação é 07 de abril. (mais…)

Exposição mostra fotos de atletas de esportes olímpicos e paraolímpicos do Sesi-SP

O Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) inaugurou na noite de segunda-feira (15/04), em evento para convidados, a exposição fotográfica “Olhar a toda prova”.A mostra, aberta ao público até 30 de junho no Centro Cultural Fiesp, reúne 48 imagens de atletas do Sesi-SP sob o registro das lentes de fotógrafos como Claudio Edinger, Jonne Roriz, Marlene Bergamo e Renan Cepeda. A curadoria é de João Kulcsár.

Da esq. p/a dir.: ministro do Esporte, Aldo Rebelo, o presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf; e o curador da mostra fotográfica, João Kulcsár durante a abertura da exposição Olhar a toda prova

Da esq. p/a dir.: ministro do Esporte, Aldo Rebelo, o presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf; e o curador da mostra fotográfica, João Kulcsár durante a abertura da exposição Olhar a toda prova

Leia Mais…

18
abr 2013
CATEGORIA
COMENTÁRIOS 0
COMPARTILHAR
O Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) inaugurou na noite de segunda-feira (15/04), em evento para convidados, a exposição fotográfica “Olhar a toda prova”.A mostra, aberta ao público até 30 de junho no Centro Cultural Fiesp, reúne 48 imagens de atletas do Sesi-SP sob o registro das lentes de fotógrafos como Claudio Edinger, Jonne Roriz, Marlene Bergamo e Renan Cepeda. A curadoria é de João Kulcsár.Da esq. p/a dir.: ministro do Esporte, Aldo Rebelo, o presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf; e o curador da mostra fotográfica, João Kulcsár durante a abertura da exposição Olhar a toda prova (mais…)

Sobre

Walter Vicioni é diretor regional do SENAI-SP, superintendente do SESI-SP e membro do Conselho Curador da Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho, mantenedora da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.


Saiba mais sobre
Walter Vicioni Gonçalves

Redes Sociais