OBRIGADO.

Seu cadastro foi realizado com sucesso.

    Inscrição no blog

    Cadastre-se para receber noticias e novidades sobre o Professor Walter Vicioni Gonçalves, diretamente em seu email.



OBRIGADO.

Seu cadastro foi realizado com sucesso.

    Inscrição no blog

    Cadastre-se para receber noticias e novidades sobre o Professor Walter Vicioni Gonçalves, diretamente em seu email.



Blog do Professor Walter Vicioni Gonçalves

Sesi-SP lança programa inédito de rúbgi para jovens

O Sesi-SP lançará no próximo dia 4 de setembro, às 11h, na sede da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), o “TRY RUGBY – SP”, projeto inédito do esporte no Brasil em parceria com o British Council e a Premiership Rugby, a liga do esporte na Inglaterra.

O programa será realizado simultaneamente em 12 unidades do Sesi no Estado de São Paulo, atendendo a 10 mil crianças no período de dez meses. Durante este tempo, os 12 técnicos britânicos selecionados pela Premiership Rugby realizarão ações de desenvolvimento do projeto com crianças e adolescentes de 6 a 17 anos.

As cidades atendidas pelo projeto TRY RUGBY – SP do Sesi serão Matão, Itapetininga, Rio Claro, São Carlos, Votorantim, Indaiatuba, Mogi Guaçu, Tatuí, Piracicaba, Araras, Campinas e Sumaré.

  Leia Mais…

2
set 2012
CATEGORIA
COMENTÁRIOS 0
COMPARTILHAR
O Sesi-SP lançará no próximo dia 4 de setembro, às 11h, na sede da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), o “TRY RUGBY – SP”, projeto inédito do esporte no Brasil em parceria com o British Council e a Premiership Rugby, a liga do esporte na Inglaterra.O programa será realizado simultaneamente em 12 unidades do Sesi no Estado de São Paulo, atendendo a 10 mil crianças no período de dez meses. Durante este tempo, os 12 técnicos britânicos selecionados pela Premiership Rugby realizarão ações de desenvolvimento do projeto com crianças e adolescentes de 6 a 17 anos.As cidades atendidas pelo projeto TRY RUGBY – SP do Sesi serão Matão, Itapetininga, Rio Claro, São Carlos, Votorantim, Indaiatuba, Mogi Guaçu, Tatuí, Piracicaba, Araras, Campinas e Sumaré.  (mais…)

Santa Rita do Passa Quatro ganha nova unidade do Sesi

Santa Rita do Passa Quatro foi o mais novo município do Estado de São Paulo a ganhar uma nova e moderna escola do SESI. O evento de inauguração ocorreu no dia 23 de agosto e contou com a presença dos alunos, pais, funcionários e comunidade. A escola atenderá mais de 800 alunos. Além de oferecer educação em tempo integral para as crianças do ensino fundamental, todos os alunos do ensino médio poderão estudar de forma articulada no Senai de São Carlos.

A moderna instalação educacional foi projetada com 12 salas de aula, duas áreas de convivência, uma biblioteca escolar com acervo atualizado, laboratório de informática educacional com 37 computadores, um laboratório de ciência e tecnologia, uma sala multidisciplinar, quadra esportiva coberta com vestiários e ambientes administrativos, amplos e confortáveis, para atendimento aos pais e professores.

30
ago 2012
COMENTÁRIOS 0
COMPARTILHAR
Santa Rita do Passa Quatro foi o mais novo município do Estado de São Paulo a ganhar uma nova e moderna escola do SESI. O evento de inauguração ocorreu no dia 23 de agosto e contou com a presença dos alunos, pais, funcionários e comunidade. A escola atenderá mais de 800 alunos. Além de oferecer educação em tempo integral para as crianças do ensino fundamental, todos os alunos do ensino médio poderão estudar de forma articulada no Senai de São Carlos.A moderna instalação educacional foi projetada com 12 salas de aula, duas áreas de convivência, uma biblioteca escolar com acervo atualizado, laboratório de informática educacional com 37 computadores, um laboratório de ciência e tecnologia, uma sala multidisciplinar, quadra esportiva coberta com vestiários e ambientes administrativos, amplos e confortáveis, para atendimento aos pais e professores.

Editorial da Folha de SP: A nota de Mercadante

Fonte: Jornal Folha de São Paulo – 29/08/2012

Numa reação apressada aos dados que indicam estagnação na qualidade do ensino médio no país, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante (PT-SP), propôs substituir o atual método de avaliação de alunos e escolas secundárias –a Prova Brasil– pelo Enem.

Numa nota que vai de zero a dez, o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) do ensino médio, apurado com ajuda da Prova Brasil, oscilou de 3,6, em 2009, para 3,7, no ano passado. Insatisfeito com a imagem revelada, Mercadante quer trocar a câmera.

Segundo o ministro, a Prova Brasil usa apenas uma amostragem de cerca de 70 mil estudantes do terceiro ano desse nível de ensino para construir o indicador de desempenho. O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), em contrapartida, seria, diz Mercadante, “quase censitário”. Ou seja, abarcaria quase todos os alunos dessa etapa. Leia Mais…

29
ago 2012
CATEGORIA
COMENTÁRIOS 0
COMPARTILHAR
Fonte: Jornal Folha de São Paulo – 29/08/2012Numa reação apressada aos dados que indicam estagnação na qualidade do ensino médio no país, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante (PT-SP), propôs substituir o atual método de avaliação de alunos e escolas secundárias –a Prova Brasil– pelo Enem.Numa nota que vai de zero a dez, o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) do ensino médio, apurado com ajuda da Prova Brasil, oscilou de 3,6, em 2009, para 3,7, no ano passado. Insatisfeito com a imagem revelada, Mercadante quer trocar a câmera.Segundo o ministro, a Prova Brasil usa apenas uma amostragem de cerca de 70 mil estudantes do terceiro ano desse nível de ensino para construir o indicador de desempenho. O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), em contrapartida, seria, diz Mercadante, “quase censitário”. Ou seja, abarcaria quase todos os alunos dessa etapa. (mais…)

Incoerência e insensatez: a norma que desqualifica a formação profissional

Publicado na Revista Abigraf (Edição Nº 260 – Junho/Agosto de 2012

A Consolidação das Leis do Trabalho, estabelecida por Decreto-Lei que integra a legislação vigente, determina que é “proibido qualquer trabalho a menores de dezesseis anos de idade, salvo na condição de aprendiz, a partir dos quatorze anos”. Coerentemente, o contrato de aprendizagem tem, no máximo, dois anos. Ou seja, o legislador define que o aprendiz pode iniciar o seu programa de formação profissional aos 14 anos e ao terminá-lo, após dois anos, estará qualificado para exercer a sua profissão em uma empresa, a partir de 16 anos.

No entanto, a Norma Regulamentadora n.º 12 – NR 12 emitida pelo Ministério do Trabalho e Emprego, em seu item nº 12.137, contradiz o que estabelece o Decreto-Lei, ao definir que “os operadores de máquinas e equipamentos devem ser maiores de dezoito anos, salvo na condição de aprendiz, nos termos da legislação vigente”. Estabelece, então, que o aluno com 14 anos, matriculado em programa de aprendizagem industrial, que aprende a operar máquinas e equipamentos, não poderá fazê-lo ao terminar sua qualificação, aos 16 anos. Deverá esperar dois anos, até completar 18 anos. É o ministério das contradições. Leia Mais…

29
ago 2012
CATEGORIA
COMENTÁRIOS 1
COMPARTILHAR
Publicado na Revista Abigraf (Edição Nº 260 – Junho/Agosto de 2012A Consolidação das Leis do Trabalho, estabelecida por Decreto-Lei que integra a legislação vigente, determina que é “proibido qualquer trabalho a menores de dezesseis anos de idade, salvo na condição de aprendiz, a partir dos quatorze anos”. Coerentemente, o contrato de aprendizagem tem, no máximo, dois anos. Ou seja, o legislador define que o aprendiz pode iniciar o seu programa de formação profissional aos 14 anos e ao terminá-lo, após dois anos, estará qualificado para exercer a sua profissão em uma empresa, a partir de 16 anos.No entanto, a Norma Regulamentadora n.º 12 – NR 12 emitida pelo Ministério do Trabalho e Emprego, em seu item nº 12.137, contradiz o que estabelece o Decreto-Lei, ao definir que “os operadores de máquinas e equipamentos devem ser maiores de dezoito anos, salvo na condição de aprendiz, nos termos da legislação vigente”. Estabelece, então, que o aluno com 14 anos, matriculado em programa de aprendizagem industrial, que aprende a operar máquinas e equipamentos, não poderá fazê-lo ao terminar sua qualificação, aos 16 anos. Deverá esperar dois anos, até completar 18 anos. É o ministério das contradições. (mais…)

Filme independente destaca novos modelos educacionais

 Fonte: Site Porvir (www.porvir.org)

Filme La Educación Prohibida

Jovens argentinos de 20 e poucos anos viajaram oito países ibero-americanos para produzir um documentário com o intuito de ajudar as pessoas a refletir sobre o tradicional modelo de educação.  Eles conheceram 45 experiências de ensino não convencionais e entrevistaram 90 educadores e especialistas para tentar apontar novas alternativas educacionais. O resultado dessa viagem é o longa-metragem independente La Educación Prohibida (A Educação Proibida, em tradução livre), lançado mundialmente este mês e que está disponível gratuitamente on-line e também em um formato de distribuição livre, onde qualquer pessoa pode reproduzir o documentário em salas de cinema.

A ideia é fazer com que as pessoas repensem metodologias, valorizem a diversidade educativa, a liberdade pedagógica e curricular. O filme mostra, por exemplo, experiências de diferentes países com o home-schooling, movimento conhecido como ensino em casa ou educação sem escola, que se popularizou nas últimas décadas. (Leia matéria publicada no Porvir sobre pais que preferem educar os filhos em casa) . Leia Mais…

26
ago 2012
COMENTÁRIOS 0
COMPARTILHAR
 Fonte: Site Porvir (www.porvir.org)Jovens argentinos de 20 e poucos anos viajaram oito países ibero-americanos para produzir um documentário com o intuito de ajudar as pessoas a refletir sobre o tradicional modelo de educação.  Eles conheceram 45 experiências de ensino não convencionais e entrevistaram 90 educadores e especialistas para tentar apontar novas alternativas educacionais. O resultado dessa viagem é o longa-metragem independente La Educación Prohibida (A Educação Proibida, em tradução livre), lançado mundialmente este mês e que está disponível gratuitamente on-line e também em um formato de distribuição livre, onde qualquer pessoa pode reproduzir o documentário em salas de cinema.A ideia é fazer com que as pessoas repensem metodologias, valorizem a diversidade educativa, a liberdade pedagógica e curricular. O filme mostra, por exemplo, experiências de diferentes países com o home-schooling, movimento conhecido como ensino em casa ou educação sem escola, que se popularizou nas últimas décadas. (Leia matéria publicada no Porvir sobre pais que preferem educar os filhos em casa) . (mais…)

Evitar a dispersão é uma das mudanças

Fonte: Folha de São Paulo, por Mozart Neves Ramos – 25/08/2012

Os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), apresentados na última semana pelo Ministério da Educação (MEC), mostraram definitivamente que não há mais tempo a perder em relação ao atual Ensino Médio.

Uma reforma estrutural urgente precisa ser feita, pois o país está há dez anos simplesmente estagnado nessa etapa, e o pior, num patamar de aprendizagem escolar muito baixo. O propalado ensino médio inovador, lançado há alguns anos pelo próprio MEC, disperso e sem foco, não mostrou a que veio.

O MEC, numa primeira reação, aponta como saída a reorganização das disciplinas por áreas de conhecimento –um caminho que julgo correto–, evitando assim a grande fragmentação e dispersão dos atuais conteúdos transmitidos no ensino médio. Leia Mais…

26
ago 2012
COMENTÁRIOS 0
COMPARTILHAR
Fonte: Folha de São Paulo, por Mozart Neves Ramos – 25/08/2012Os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), apresentados na última semana pelo Ministério da Educação (MEC), mostraram definitivamente que não há mais tempo a perder em relação ao atual Ensino Médio.Uma reforma estrutural urgente precisa ser feita, pois o país está há dez anos simplesmente estagnado nessa etapa, e o pior, num patamar de aprendizagem escolar muito baixo. O propalado ensino médio inovador, lançado há alguns anos pelo próprio MEC, disperso e sem foco, não mostrou a que veio.O MEC, numa primeira reação, aponta como saída a reorganização das disciplinas por áreas de conhecimento –um caminho que julgo correto–, evitando assim a grande fragmentação e dispersão dos atuais conteúdos transmitidos no ensino médio. (mais…)

Espetáculo juvenil ‘Amado’ estreia no Centro Cultural Fiesp

Realizada em parceria com o Instituto Brincante e com consultoria artística de Antonio Nóbrega, montagem homenageia o autor baiano Jorge Amado, que completaria 100 anos em 2012.
História mistura circo, comédia, drama e tragédia, em seus variados sotaques e trejeitos
Inspirada na vida e obra de Jorge Amado, a peça Amado, escrita e dirigida por Rosane Almeida para o público jovem, faz uma leitura sobre diversos protagonistas criados pelo famoso autor baiano, cujo centenário de nascimento comemora-se neste ano.
O espetáculo, com entrada gratuita, entra em cartaz no Teatro do Sesi São Paulo a partir de 23 de agosto. Durante a temporada, que se encerra dia 2 de dezembro, as apresentações para o público em geral serão realizadas aos sábados e domingos, às 16h. Às quintas e sextas, haverá sessões exclusivas para escolas. Leia Mais…

26
ago 2012
CATEGORIA
COMENTÁRIOS 0
COMPARTILHAR
Realizada em parceria com o Instituto Brincante e com consultoria artística de Antonio Nóbrega, montagem homenageia o autor baiano Jorge Amado, que completaria 100 anos em 2012. História mistura circo, comédia, drama e tragédia, em seus variados sotaques e trejeitosInspirada na vida e obra de Jorge Amado, a peça Amado, escrita e dirigida por Rosane Almeida para o público jovem, faz uma leitura sobre diversos protagonistas criados pelo famoso autor baiano, cujo centenário de nascimento comemora-se neste ano.O espetáculo, com entrada gratuita, entra em cartaz no Teatro do Sesi São Paulo a partir de 23 de agosto. Durante a temporada, que se encerra dia 2 de dezembro, as apresentações para o público em geral serão realizadas aos sábados e domingos, às 16h. Às quintas e sextas, haverá sessões exclusivas para escolas. (mais…)
Amado1

Conselho libera MBA em entidades não educacionais

Fonte: Folha de São Paulo – 24/08/2012

O CNE (Conselho Nacional de Educação) elaborou parecer que libera a oferta de cursos de pós-graduação lato sensu -especialização ou MBA- por instituições não educacionais, desde que elas já ofereçam cursos de mestrado ou doutorado.

Pela regra atual, apenas instituições de ensino, como universidades e faculdades, têm a chancela do governo federal para oferecer esses cursos de pós-graduação. Aprovado em abril, o parecer do CNE, que ainda será submetido à aprovação do ministro Aloizio Mercadante (Educação), flexibiliza essa norma.

Instituições como o Instituto de Engenharia Nuclear e a Fundação Oswaldo Cruz, por exemplo, poderão ser beneficiadas pela mudança. Leia Mais…

25
ago 2012
CATEGORIA
COMENTÁRIOS 0
COMPARTILHAR
Fonte: Folha de São Paulo – 24/08/2012O CNE (Conselho Nacional de Educação) elaborou parecer que libera a oferta de cursos de pós-graduação lato sensu -especialização ou MBA- por instituições não educacionais, desde que elas já ofereçam cursos de mestrado ou doutorado.Pela regra atual, apenas instituições de ensino, como universidades e faculdades, têm a chancela do governo federal para oferecer esses cursos de pós-graduação. Aprovado em abril, o parecer do CNE, que ainda será submetido à aprovação do ministro Aloizio Mercadante (Educação), flexibiliza essa norma.Instituições como o Instituto de Engenharia Nuclear e a Fundação Oswaldo Cruz, por exemplo, poderão ser beneficiadas pela mudança. (mais…)

Senai-SP participa da Feira USP de Inovação & Empreendedorismo

O grande potencial tecnológico existente no meio acadêmico será apresentado a estudantes, empresários e autoridades durante a Feira USP de Inovação & Empreendedorismo – USPITEC 2012, que acontece de 23 a 25 de agosto, na Escola de Artes, Ciência e Humanidades da universidade.

O objetivo é criar um ambiente de troca de experiências, motivar novas parcerias com empresas e divulgar de forma ampla as inovações tecnológicas desenvolvidas pela USP e outras entidades. Leia Mais…

25
ago 2012
CATEGORIA
COMENTÁRIOS 0
COMPARTILHAR
O grande potencial tecnológico existente no meio acadêmico será apresentado a estudantes, empresários e autoridades durante a Feira USP de Inovação & Empreendedorismo – USPITEC 2012, que acontece de 23 a 25 de agosto, na Escola de Artes, Ciência e Humanidades da universidade.O objetivo é criar um ambiente de troca de experiências, motivar novas parcerias com empresas e divulgar de forma ampla as inovações tecnológicas desenvolvidas pela USP e outras entidades. (mais…)

Precisamos de mais ciência, não de menos

Fonte: Folha de São Paulo – 25/08/2012

Os resultados recém-anunciados do Ideb trazem à atenção dos brasileiros a trágica realidade de nossas escolas nos níveis fundamental e médio. Os números ali refletidos ferem a nossa autoestima e, por alguns dias, a educação vira alvo de atenção nacional. Debate-se, critica-se, surgem ideias milagrosas e, logo, o tema volta ao esquecimento, para ressurgir com sazonalidade esperada quando do anúncio de novos indicadores.

Porém, mais que seu valor absoluto, o que importa nos números é o que eles nos querem dizer, e o que com eles queremos fazer. Quando os espelhos nos dão conselhos, podemos trocá-los por outros mais generosos. Ou podemos enfrentar a dor de sermos o que somos e, a partir daí, melhorarmos.

Há de se reconhecer que a tragédia da educação não corresponde a um acidente de percurso, sendo antes “obra de séculos” de descaso. A escola pública de excelência dos anos 1940 e 1950 era limitada a uma fatia privilegiada de nossa população. A grande novidade da educação brasileira no século 21 é democratização do acesso. Leia Mais…

25
ago 2012
CATEGORIA
COMENTÁRIOS 0
COMPARTILHAR
Fonte: Folha de São Paulo – 25/08/2012Os resultados recém-anunciados do Ideb trazem à atenção dos brasileiros a trágica realidade de nossas escolas nos níveis fundamental e médio. Os números ali refletidos ferem a nossa autoestima e, por alguns dias, a educação vira alvo de atenção nacional. Debate-se, critica-se, surgem ideias milagrosas e, logo, o tema volta ao esquecimento, para ressurgir com sazonalidade esperada quando do anúncio de novos indicadores.Porém, mais que seu valor absoluto, o que importa nos números é o que eles nos querem dizer, e o que com eles queremos fazer. Quando os espelhos nos dão conselhos, podemos trocá-los por outros mais generosos. Ou podemos enfrentar a dor de sermos o que somos e, a partir daí, melhorarmos.Há de se reconhecer que a tragédia da educação não corresponde a um acidente de percurso, sendo antes “obra de séculos” de descaso. A escola pública de excelência dos anos 1940 e 1950 era limitada a uma fatia privilegiada de nossa população. A grande novidade da educação brasileira no século 21 é democratização do acesso. (mais…)

Sobre

Walter Vicioni é diretor regional do SENAI-SP, superintendente do SESI-SP e membro do Conselho Curador da Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho, mantenedora da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.


Saiba mais sobre
Walter Vicioni Gonçalves

Redes Sociais